somgraveagudo

5 – Intro à tecnologia musical – Altura, intensidade, e timbre.

Como vimos. o som é a percepção de ondas mecânicas que viajam pelo espaço e provocam vibrações no ar.

Essas ondas podem ser detectadas pelos ouvidos,
e de acordo com a característica dessas ondas, o som percebido será diferente.

propriedadessom

 


Os sons podem variar de acordo com os seguintes parâmetros:

A altura, a intensidade, e o timbre.


Altura

Os seres humanos percebem a frequência das ondas de som como afinação. A altura da afinação está ligada à frequência de vibração da onda que gera o som. Quanto menor a frequência, o som será mais grave, e quanto maior a frequência,  mais agudo.

Os sons graves, também chamados baixos, são sons com maior comprimento de onda (baixa frequência).
frequencias

Os sons agudos, ou altos, tem um menor comprimento de onda (alta frequência).

somgraveagudo

 


Intensidade

A intensidade de uma onda sonora depende da amplitude dessa onda.

Um som com uma maior amplitude é um som forte, enquanto que um som com uma pequena amplitude é um som fraco.

amplitude
O que chamamos de intensidade corresponde ao volume do som.

Os sons fortes transportam uma maior quantidade de energia que os fracos.

guitarman

Note que quando nos referimos ao volume do som, ou intensidade, o ideal é utilizar os adjetivos forte e fraco, e não alto e baixo. Este erro é tão comum que praticamente já é aceito, mas não é correto se referir ao volume como altura. Como vimos, a altura diz respeito à frequência do som, e quando dizemos que o som está alto, isso significa que sua frequência é alta, produzindo um som agudo.


Timbre

É esta propriedade do som que nos permite distinguir uma fonte sonora de outra, independente da altura ou intensidade.

Timbre
O timbre é a assinatura de uma fonte sonora, e nos permite diferenciar um instrumento de outro ou reconhecer a voz de uma pessoa.

O timbre de uma fonte sonora é representado por uma onda complexa.
Esta onda complexa, é a soma de uma onda fundamental (som puro, ou simples, como o produzido por um diapasão) e sons harmônicos.

timbres
Cada fonte sonora produz uma onda sonora complexa diferente.

Bel  (B)

A unidade S.I. do nível sonoro é o bel (B), em homenagem a Alexander Graham Bell, embora normalmente seja utilizado o decibel, dB, que é igual a 0,1 B.

db1

O nível sonoro de 1dB é a medida correspondente ao limiar da audição humana. Abaixo disso, o ouvido humano não detecta som.
O nível de 120dB corresponde ao limiar da dor, o nível máximo suportável pelo ouvido humano.

db2
O nível do limiar da audição e do limiar da dor depende da frequência da onda sonora.

Os sons muito fracos não são sentidos e os sons muito fortes podem provocar lesões.


No próximo artigo vamos ver como os avanços no entendimento das propriedades do som levaram à invenção das primeiras máquinas de gravação sonora, e voltaremos a Julho de 1877, quando Thomas Edson patenteou o fonógrafo, o primeiro aparelho que registrava e tocava o som gravado.

Assine meu blog para receber atualizações e avisos sobre novos artigos e postagens. www.jobert.info Deixe seu comentário e/ou assine meu livro de visitas.

Mais artigos da seção Introdução à Tecnologia Musical:


Siga minhas páginas nas redes sociais
facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedinrssyoutubetumblrmailfacebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedinrssyoutubetumblrmailby feather

One thought on “5 – Intro à tecnologia musical – Altura, intensidade, e timbre.

Deixe um comentário