Dicas práticas para tecladistas que tocam ao vivo. Parte 2

Há uma infinidade de pequenos truques e dicas que podem ser muito úteis para músicos que atuam em performances ao vivo. Nesta semana, vamos conferir mais 4 das 10 dicas que separei. Espero que gostem.

4. Faça backup de seus patches em um disco externo ou pendrive. Se algum problema acontecer e você perder a memória, é sempre útil ter seus patches salvos em outro lugar fora do teclado. Na verdade, recomendo que você faça isso mesmo se não tocar ao vivo.

5. Se você possui mais de um teclado, pesquise alternativas para seus patches em todos eles. Em caso de defeito em um deles, você terá que continuar o show com o que sobrou. Os tecladistas mais preparados sempre fazem isso, não só para poder salvar a pele em uma situação complicada no palco, mas para também aprimorar a sua prática de programação!

6. Utilize cabos de qualidade e traga sempre alguns sobressalentes de backup. Isso se aplica a praticamente todos os músicos que tocam instrumentos eletrônicos, mas especialmente para os tecladistas. Contamos com os cabos para levar nosso som para os ouvidos do público. Se você tiver em um orçamento apertado, não precisa levar cópias de todos os cabos, mas pelo menos, levar alguns cabos de áudio 6,35 mm (P10) de reposição.

7. Considere o seu monitoramento in-ear. Não há nada pior do que não ser capaz de ouvir a si mesmo (ou o resto de sua banda) quando tocar ao vivo. Vá preparado. Será que os monitores de palco serão realmente bons o suficiente para você? Se não, considere o uso de fones de ouvido para ouvir a si mesmo de forma clara, ou até mesmo converter toda a sua banda para usar algo como os acessíveis sistemas In Ear da Sennheiser.

Semana que vem veremos as 3 dicas finais dessa série “Dicas práticas para tecladistas que tocam ao vivo”.

 

Jobert Gaigher


Siga minhas páginas nas redes sociais
FacebooktwitterpinterestlinkedinrssyoutubetumblrmailFacebooktwitterpinterestlinkedinrssyoutubetumblrmailby feather

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *